Sec√ß√Ķes
  Entrada CPES Projetos Casos de Sucesso More Microgrids
Ac√ß√Ķes do Documento

More Microgrids

Arquiteturas Avançadas e Conceitos de Controlo para More Microgrids

O INESC TEC promove redes elétricas do futuro, liderando uma revolução no sistema energético nacional que promove a figura do consumidor como produtor de energia.

O INESC TEC esteve fortemente envolvido no projeto More Microgrids, onde se demonstrou a viabilidade técnica da integração em larga escala de sistemas de microgeração em redes de distribuição. Este projeto promoveu um modelo de produção distribuída de eletricidade por parte do próprio consumidor, seja ele empresa ou particular, que deve coexistir com o modelo clássico de produção centralizada de eletricidade.

Para al√©m dos benef√≠cios econ√≥micos diretos para o novo tipo de consumidor, que passa a ser simultaneamente produtor de eletricidade, o More Microgrids potencia igualmente benef√≠cios ambientais: diminui√ß√£o das emiss√Ķes de CO2 como resultado da redu√ß√£o das perdas de energia no transporte de eletricidade at√© ao consumidor final,  decrescendo ainda o volume de produ√ß√£o de eletricidade em centrais t√©rmicas convencionais, dado que as unidades de microgera√ß√£o exploram energias renov√°veis.

Trata-se de um trabalho onde se procurou avaliar o impacto da integra√ß√£o de m√ļltiplas microredes nas redes el√©tricas de distribui√ß√£o de eletricidade. O desenvolvimento destes conceitos enquadra-se nos dom√≠nios cient√≠ficos das redes el√©tricas do futuro, podendo oferecer oportunidades interessantes √† ind√ļstria portuguesa atrav√©s da industrializa√ß√£o e comercializa√ß√£o das solu√ß√Ķes aqui estudadas.

A microgeração consiste na produção de eletricidade, em geral por parte do próprio consumidor (empresa ou particular), através da utilização de equipamentos de pequena escala, nomeadamente painéis solares, microturbinas, microeólicas ou outro tipo de tecnologia, que permitem interessantes benefícios a nível económico e ambiental.

Desenvolvido no √Ęmbito do VI Programa Quadro Comunit√°rio de Apoio, o More Microgrids surgiu como uma continua√ß√£o do projeto Microgrids, estendendo o conceito de microgera√ß√£o e permitindo assim reduzir as perdas el√©tricas nas redes de transporte e distribui√ß√£o de eletricidade, atrav√©s da substitui√ß√£o da produ√ß√£o convencional por uma produ√ß√£o em parte renov√°vel, localizada junto dos consumidores.

Contando com a participa√ß√£o de diversos parceiros europeus, nomeadamente da Universidade T√©cnica de Atenas, Universidade de Manchester, do instituto alem√£o ISET ou da portuguesa EDP, entre outros, este projeto explora os recursos energ√©ticos renov√°veis, que se caracterizam por estarem geograficamente distribu√≠dos, e destacou-se pela sua inova√ß√£o, nomeadamente com a emerg√™ncia de uma nova gera√ß√£o de consumidores, que s√£o ao mesmo tempo produtores de energia. Real√ßa-se ainda o facto de estes consumidores poderem contribuir com as suas decis√Ķes para a gest√£o em tempo real do consumo de eletricidade.

Potencia-se assim uma democracia energ√©tica com a ades√£o do mercado dom√©stico, uma √°rea em que pa√≠ses como o Jap√£o, Alemanha, Reino Unido e EUA t√™m investido fortemente. O est√≠mulo vem da batalha contra as altera√ß√Ķes clim√°ticas, da liberaliza√ß√£o dos mercados el√©tricos na Europa e da subida do pre√ßo do petr√≥leo, pelo que os benef√≠cios do projeto v√£o desde a economia ao ambiente. Para al√©m de ser poss√≠vel reduzir as perdas de energia na rede de distribui√ß√£o el√©trica, o projeto √© um passo em frente para mudar a forte depend√™ncia do sistema energ√©tico portugu√™s relativamente ao exterior.


Parceiros:

  • Institute of Communication and Computer Systems / National Technical University of Athens
  • ABB Schweiz AG, Corporate Research
  • SIEMENS Aktiengesellschaft
  • SMA Regelsysteme GmbH
  • SUNLIGHT   
  • ANCO S.A.
  • Emforce B.V.   
  • EDP Distribucao - Energia S.A.        
  • N.V. Continuon Netbehee   
  • MVV - Energie AG
  • ELTRA    
  • CESI RICERCA SpA
  • Lodz-Region Power Distribution Company
  • Centre for Renewable Energy Sources        
  • Fundacion Labein        
  • University of Manchester
  • INESC Porto   
  • Institut fuer Solare Energieversorgungstechnik e.V.
  • Association pur la Recherche et le Developpement des Methodes et Processus Industriels
  • ZIV PmasC S.L.
  • I-Power Ltd
  • ZAKLAD Energetyczny Lodz
  • IMPERIAL        
  • University of Durham            
  • ICEIM/MANU    
  • UKIM        
  • BIG        
  • DTU

Contactos: João Peças Lopes

Not√≠cias relacionadas: Destaque BIP n¬ļ99

destaque.jpg
destaque.jpg
anuncio-contactos

Contactos

CPES +351 22 209 4198